Fases para cozinhar um espetacular chuletón grelhado

Esta semana vamos dar-lhe as chaves para cozinhar um chuletón grelhado em sua própria cozinha, sem necessidade de grelhadores ou barbecues. Seguindo estes passos, pode obter um resultado espetacular fazendo uma homenagem a si próprio em um dia qualquer!

Pronto para surpreender em casa com uma receita fácil, rápida e com um resultado inesquecível? Coloque o seu avental e vamos lá!

Como sempre, o mais importante é obter um corte de carne da melhor qualidade, como a carne dry-aged de boi ou vaca que pode adquirir na nossa loja online ou no nosso ponto de venda (Felip II 162 em Barcelona).

Prepare a carne atempadamente

Um chuletón deve ter uma espessura aceitável, de modo que, após a cozedura, fique assado ​​por fora e macio/cor-de-rosa por dentro. É recomendável ter uma espessura de cerca de 5-6 cm.

A peça de carne dry-aged deve estar a uma temperatura amena e não sair diretamente do frigorífico. Retire-a, pelo menos, duas ou três horas antes de a cozinhar e cubra bem com filme plástico. Portanto, também evitamos que se oxide ao entrar em contacto com o ar, de modo que fique à temperatura ambiente quando o colocamos na grelha.

Para cozinhar, há 2 opções

Para ambas as opções, vamos utilizar um pouco de gordura da peça de carne, para untar a grelha na área onde vamos cozinhar o chuletón.

Embora o instrumento ideal para preparar carne em um fogão a gás ou cerâmica seja uma grelha, também pode ser feito perfeitamente em uma frigideira. O importante é que seja o mais quente possível. Começa a queimar em torno de 200 graus, então, o ideal é colocar a carne antes que esta temperatura seja atingida.

Opção 1

Colocamos a carne na grelha que estará muito quente, primeiro em um fogo muito forte com o intuito de que faça crostas nos dois lados (cerca de dois minutos de cada lado), depois reduza o fogo e deixe por cerca de oito minutos aproximadamente. Desligamos e deixamos descansar por 30 minutos.

Na hora de comer, colocamos a grelha na temperatura máxima e quando estiver muito quente adicionamos o chuletón e aquecemos para obter novamente a temperatura ideal para comer.

Opção 2

Necessitamos de ter a grelha a alta temperatura para cozinhar a nossa carne em condições. Deste modo, vai assar por fora e ficar macio por dentro. A carne deve ser sempre feita primeiro de um lado e depois do outro, já que passando cada face várias vezes na grelha, faz com que a peça perca toda a suculência.

Retire a carne da grelha e cubra-a com um pano limpo por alguns minutos antes de a servir. Assim, vai adquirir mais suculência.

E quando colocamos o sal?

Existem muitas teorias sobre o sal, existem aquelas que preferem salgar antes de começar a cozinhar a carne, há quem o coloque quando damos a primeira volta ao corte e há quem prefira fazê-lo quando a peça já está no prato.

Na verdade, não há ciência exata para indicar quando é melhor colocá-lo, tudo depende da experiência de cada um, o que é recomendado é utilizar sal grosso ou em floco.

Agora vamos comer!

Quando o chuletón de carne de vaca ou boi dry-aged estiver cozido, coloque-o em um prato ou pedra quente, já que o chuletón é algo que se arrefece rapidamente, cortamo-lo em tiras, ou também pode deixá-lo inteiro, se preferir.

O ponto de cozedura é uma questão de gosto e varia muito dependendo da espessura da peça. Se alguém preferir carne bem passada, a opção da pedra quente é ideal, pois permite que termine de cozinhar a porção ao seu gosto.

Finalmente, colocamos sal grosso ou em flocos em cima e desfrutamos!


Leave a Reply